Introdução à Estética Contemporânea

O Curso tem por objetivo refletir sobre conceitos ligados a arte contemporânea e como ela pode colaborar na compreensão do sujeito contemporâneo.

Curso gravado: Introdução à Estética Contemporânea: uma conversa entre arte, filosofia e psicanálise.

  • 30 Horas de duração
  • 20 Aulas
  • 2 Módulos
  • 1 ano de suporte
Parcele em 3x R$ 140,00 (ou R$ 420,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
Programa de extensão cultural interdisciplinar de educação à distancia
arte✱formação

Em uma série de 20 encontros de 1 hora e meia cada um serão apresentadas e discutidas obras de artistas contemporâneos nacionais e internacionais que se deixam afetar por questões sociopolíticas centrais ao nosso tempo e as re(a)presentam para qualquer um." Diz o pesquisador e curador Moacir dos Anjos.

4 anos Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 4 anos após a matrícula.

Está dirigido a profissionais da arte e gestores da cultura, estudantes do ensino superior, profissionais da psicanálise, da filosofia e da historia, artistas e colecionadores.

Moacir dos Anjos
"É pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, onde coordena o projeto de exposições Política da Arte."


É pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, onde coordena o projeto de exposições Política da Arte. Foi diretor do Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (2001-2006), Recife, e pesquisador visitante no centro de pesquisa Transnational Art, Identity and Nation, University of the Arts London (2008-2009). Foi curador do pavilhão brasileiro Artur Barrio na 54ª Bienal de Veneza (2011) e curador da 29ª Bienal de São Paulo (2010). Foi curador das mostras Cães sem Plumas (2014), no MAMAM, A Queda do Céu (2015), no Paço das Artes, São Paulo, Emergência (2017), no Galpão Bela Maré, Rio de Janeiro, Quem não luta tá morto. Arte democracia utopia (2018), no Museu de Arte do Rio, Raça, classe e distribuição de corpos (2018), Minas (2019) e Educação pela pedra (2019), as três últimas na Fundação Joaquim Nabuco. É autor dos livros Local/Global. Arte em Trânsito (2005), ArteBra Crítica (2010) e Contraditório. Arte, Globalização e Pertencimento (2017), além de editor de Pertença, Caderno_SESC_Videobrasil 8, São Paulo (2012). Publica ensaios regularmente em coluna da Revista ZUM online (https://revistazum.com.br).


Ernani Chaves
"É Professor Titular da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal do Pará e Pesquisador 1B do CNPq. Doutor em Filosofia (USP)"


É Professor Titular da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal do Pará e Pesquisador 1B do CNPq. Doutor em Filosofia (USP), com estágios de Pós-Doutorado na Alemanha e na França. Especialista em Nietzsche, Walter Benjamin e Foucault, assim como das relações entre Psicanálise e Estética, é autor de Foucault e a Psicanálise, No Limiar do Moderno: Estudos sobre Nietzsche e Benjamin e Foucault e a Verdade Cínica. Autor de artigos e capítulos de livros no Brasil, Alemanha, Itália, França, Espanha, Portugal e Estados Unidos. Foi responsável pelo prefacio e tradução para a Editora Autêntica de escritos de Freud como Arte, literatura e os artistas. Obras incompletas de Sigmund Freud (2015) e O Infamiliar (2019), ao lado de Pedro Heliodoro Tavares e Romero Freitas, da mesma editora.


arte✱formação
"Programa de extensão cultural interdisciplinar de educação à distancia"


Tadeu Chiarelli
"É Curador e crítico de arte. Professor titular no curso de Artes Visuais da USP. Foi diretor da Pinacoteca de São Paulo e do MAC-USP"


Tadeu Chiarelli – Possui graduação em Educação Artística (1979), Mestrado (1989) e Doutorado (1996), pela Universidade de São Paulo. Prestou concurso para Livre-Docência, em 2005, e para Professor Titular, em 2010, também pela USP. Professor junto ao Departamento de Artes Plásticas, leciona na Graduação e Pós-Graduação. Orientador junto ao Programa de Pós- Graduação de Artes Visuais. Área de Concentração: Teoria, Ensino e Aprendizagem da Arte; Linha de Pesquisa: História, Crítica e Teoria da Arte. Atuação: História da Arte, Teoria da Arte, Crítica da Arte, Arte e Fotografia, Arte Brasileira Contemporânea. Entre 1996 e 2000 foi Curador-Chefe do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Entre agosto de 2007 e maio de 2010 foi Chefe do Departamento de Artes Plásticas. Coordena o Centro de Estudos Arte&Fotografia e o Grupo de Estudos em Crítica de Arte e Curadoria, ambos no Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP. Tem livros publicados sobre Arte e Crítica de Arte no Brasil. Possui bolsa produtividade CNPq (Nível 2), desde 2009.


Conteúdo Programático

Moacir dos Anjos abordará o tema Arte, Violência e Resistência ao longo de 10 encontros. Em sua programação criará diferentes associações entre obras de artistas contemporâneos que, afetados por questões sociopolíticas centrais ao nosso tempo, as re(a)presentam como imagens, formas, sons, gestos e escritos.
  • 1. Aula 1. Gravada quinta-feira, 22/04/2021 - Vida precária, luto e violência - Doris Salcedo / Regina José Galindo
  • 2. Aula 2. Gravada quinta-feira, terça-feira - 27/04/2021.- Diante da dor do outro Claudia Andujar / Dora Longo Bahia
  • 3. Aula 3. Gravada terça-feira 04/05/2021 - Representação das sobras - Alfredo Jaar/Grada Kilomba
  • 4. Aula 4. Gravada terça-feira 11/05/2021 - Política de afetos e corpos dissidentes - Paz Errázuriz / Nan Goldin
  • 5. Aula 5. Gravada terça-feira 18/05/2021 - Valor de uso e valor de troca dos vivos e dos mortos Emily Jacir / José Antonio Vega Macotela
  • 6. Aula 6. Gravada terça-feira 25/05/2021 - Desmanche de bordas e construção de muros - Cildo Meireles / Bouchra Khalili
  • 7. Aula 7. Gravada terça-feira 01/06/2021 - Tentar. Falhar. Tentar de novo. Falhar melhor - Francis Alys / Rivane Neuenschwander
  • 8. Aula 8. Gravada terça-feira 08/06/2021 - Raça e distribuição de corpos - Kerry James Marshall / Jaime Lauriano
  • 9. Aula 9. Gravada terça-feira 15/06/2021 - Defender os mortos e animar os vivos Rosana Paulino / Carrie Mae Weems
  • 10. Aula 10. Gravada terça-feira 22/06/2021 - Bosta seca: Brasil, 2021 Jimmie Durham / Hélio Oiticica
Ernani Chaves abordará a relação entre Ética, Estética e Política ao longo de 10 encontros. O objetivo de suas aulas será trabalhar essa relação partindo da questão do trauma, da catástrofe e da violência. “Vou mobilizar, principalmente, a Filosofia, a Psicanálise, a História e a Antropologia, a partir da apresentação de algumas obras, em especial de fotografias. Meu ponto de partida será a discussão da própria ideia de ‘contemporâneo’, tal qual o faz Giorgio Agamben. A escolha desse tema se dá pelo fato de que a história recente de nossa cultura é impactada ou mesmo dividida - como querem alguns autores - a partir de duas experiências-limite com a morte, com o extermínio: o campo de concentração (segundo o próprio Agamben, mas também Adorno e Foucault, por exemplo) e o da ‘plantation’, modelo de exploração próprio do colonialismo (Achille Mbembe). A questão fundamental é dupla: Quais as possibilidades e os limites das expressões estéticas do sofrimento, da dor e da morte? Em que medida esse esforço de expressão reverbera e desloca a própria concepção de arte?”, compartilha.
  • 1. Aula 1. Gravada terça-feira 20/04/2021 - Aula inaugural - Giorgio Agamben “O que é o Contemporâneo”
  • 2. Aula 2. Gravada terça-feira 27/04/2021 - A mimese e a catarse: o antigo, o moderno, o contemporâneo I
  • 3. Aula 3. Gravada terça-feira 04/05/2021 - A mimese e a catarse: o antigo, o moderno, o contemporâneo Il
  • 4. Aula 4. Gravada quinta-feira 13/05/2021 - O feio, o cômico e o grotesco I
  • 5. Aula 5. Gravada quinta-feira 20/05/2021 - O feio, o cômico e o grotesco II
  • 6. Aula 6. Gravada quinta-feira 27/05/2021 - Psicanálise e Arte: as intermitências do Infamiliar I
  • 7. Aula 7. Gravada quinta-feira 03/06/2021 - Psicanálise e Arte: as intermitências do Infamiliar II
  • 8. Aula 8. Gravada quinta-feira 10/06/2021 - Arte, biopolítica e necropolítica I
  • 9. Aula 9. Gravada quinta-feira 17/06/2021 - Arte, biopolítica e necropolítica II
  • 10. Aula 10. Gravada quinta-feira 24/06/2021 - Arte e Pandemia: representações da peste.
Voltar ao topo